segunda-feira, 26 de julho de 2010

Férias nos faz mais felizes do que bens materiais

Kleyson Barbosa


Ula, ula de lá.
Quebra, quebra daqui…

Uma pesquisa americana concluiu que viagens ou passeios de férias deixam as pessoas mais felizes do que a compra de bens materiais.
Isso acontece porque as experiências que temos em nossas viagens são pessoais e únicas – ou seja, difíceis de se comparar com a de outras pessoas. Quando você compra um gadget da moda, por exemplo, a tendência é que se desaponte quando conhece alguém que tenha um objeto melhor ou mais moderno que o seu.
Já com as memórias de viagem isso não acontece. Elas não são passíveis de comparação, já que só pertencem a você. É por isso que a sensação de felicidade dura mais.
E aí, está esperando o que para programar o próximo roteiro de viagens?

(por Kleyson Barbosa)

terça-feira, 6 de julho de 2010

Gênio ou criança?


Será que a arte abstrata é mesmo coisa que qualquer pirralho é capaz de fazer?

por Texto Tiago Cordeiro

Marla Olmstead pintou seu primeiro quadro com menos de 2 anos de idade numa tela dada pelo pai, Mark, ele mesmo um pintor amador. Aos 3 anos, em 2004, a menina ganhou uma exposição na galeria Fine Arts, em Binghamton (interior do estado americano de Nova York). Na noite de abertura, 2 mil pessoas compareceram. Seus 24 quadros em tinta acrílica, de até 1,5 metro de altura, foram arrematados por US$ 40 mil no total. Quem não conseguiu o seu entrou em uma lista de espera, enquanto críticos de arte a comparavam a Pablo Picasso e Jackson Pollock. No começo de 2005, quadros da criança valiam US$ 25 mil cada. “Marla tem algo que muitos artistas procuram a vida inteira e não encontram”, disse, na época, Anthony Brunelli, o dono da galeria.

Mas, em fevereiro de 2005, o programa de televisão 60 Minutes exibiu um perfil da menina e mostrou uma cena em que ela pede ajuda a Mark para pintar uma de suas telas. A suspeita de que o talento mirim de arte abstrata era uma fraude manipulada pelo próprio pai fez com que o preço das obras de Marla despencasse, e a fila de espera, de 200 pessoas, caiu para zero em dois dias. Hoje Marla tem 7 anos e continua pintando, mas só vende seus quadros pela internet. A história foi transformada em um documentário, Pintora aos 4 Anos, dirigido por Amir Bar-Lev e exibido na Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, em outubro. Qual o valor artístico das pinturas abstratas de Marla? Seus quadros valem menos se ela contou com a ajuda do pai?

“Não existe arte infantil, assim como não existe engenharia infantil. O artista tem um propósito, uma angústia que a criança não tem”, diz o crítico de arte Fábio Magalhães. Mas, para ele, na arte abstrata, fica mais difícil definir onde está a genialidade. “O fato de os quadros de uma criança serem confundidos com os de um pintor abstrato facilita a fraude.” Nas imagens desta página, tente descobrir o que é o quadro de uma criança e o que é obra de um pintor abstrato consagrado. Você vai precisar de um espelho para ver a resposta, que está na lateral.

segunda-feira, 28 de junho de 2010

Neurocinema


Cansado de ver filmes chatos? Ouça o seu neocórtex

por Texto Bruno Garattoni e Diogo Gomes

Você lê uma resenha no jornal, ou aceita a sugestão de um amigo, e vai ao cinema ver aquele filme que acaba de estrear. E aí vem a frustração: não é que o filme é chato pra caramba? Mas um estudo feito pela Universidade de Nova York mostrou que é possível determinar, cientificamente, se um filme é interessante ou não. Basta olhar o cérebro de quem está assistindo. Enquanto um grupo de 45 voluntários assistia a trechos de filmes e séries de TV, os cientistas mediam sua atividade cerebral com um aparelho de ressonância magnética. Somando e comparando os dados, eles conseguiram determinar qual porcentagem do neocórtex cada filme estimulou – quanto maior o estímulo, mais o espectador está prestando atenção. E os resultados mostraram diferenças impressionantes (veja abaixo). “Para fazer sucesso, o filme tem que ativar todas as regiões [do cérebro]”, explica o neurocientista Uri Hasson, autor do estudo. Ele diz que os estúdios de Hollywood poderiam testar o impacto cerebral de seus filmes antes de lançá-los. Mas abre uma exceção para as obras mais “cabeçudas”. “Nos filmes de arte, europeus, os diretores tendem a deixar ambigüidades no ar. Nesses casos, uma falta de controle sobre a atividade cerebral pode ser positiva”, explica.

Blockbusters do cérebro

Os vídeos que mais excitam os neurônios

1. “Bang! You’re Dead”

Autor: Alfred Hitchcock

O mestre do suspense “consegue orquestrar a resposta de muitas partes do cérebro. É uma comprovação neurocientífica de sua capacidade de manipular os espectadores”, afirma o estudo.

2. “Três homens em conflito”

Autor: Sergio Leone

Apesar da bela fotografia e da presença de Clint Eastwood, o ponto forte desse clássico do faroeste é outro: o som. De todos os filmes analisados, ele foi o que mais estimulou as partes do cérebro ligadas à audição.

3. “Curb your Enthusiasm”

Autor: Larry David

Estrelada pelo co-autor de Seinfeld, a série de TV não empolgou. Segundo os cientistas, isso acontece porque ela é gravada de improviso, sem roteiro – e essa falta de estrutura dispersa a atenção do cérebro.

4. Gente passando na rua

Os voluntários também assistiram a um vídeo sem edição, que mostra pessoas andando a esmo na rua. Um tédio só – comprovado por seu baixíssimo impacto nas áreas do cérebro que processam estimulos visuais e auditivos.

segunda-feira, 21 de junho de 2010

Sim, é possível aprender dormindo


Experiência mostra que sons ouvidos durante a fase mais profunda do sono podem ajudar no aprendizado

por Bruno Garattoni

O aprendizado durante o sono sempre foi uma promessa vazia, sem comprovação científica. Mas um estudo realizado pela Northwestern University acaba de provar que, sim, é possível aprender dormindo. Voluntários foram expostos a 50 imagens, mostradas em sequência numa tela. Cada imagem tinha um som associado: a foto de um gato era acompanhada por um miado, uma dinamite por uma explosão, e por aí vai. Em seguida, os voluntários foram dormir.

Quando eles entraram na fase de ondas cerebrais lentas, em que o sono é mais profundo, os cientistas tocaram os sons (o miado, a explosão etc.). Metade dos voluntários ouviu esses sons enquanto dormia. A outra metade não.

Todos foram acordados e passaram por um teste de memória. Quem tinha sido exposto aos sons enquanto dormia se deu melhor - se lembrou de mais figuras e foi mais preciso quanto à posição de cada uma na tela. "Nossos resultados mostram que informações recebidas durante o sono podem influenciar a memorização", conclui o estudo, que confirmou uma descoberta similar feita por neurologistas alemães.

Isso não significa que seja possível aprender qualquer coisa durante o sono. Além disso, o aprendizado noturno exige que a pessoa tenha contato prévio, acordada, com o que deseja aprender. Ainda não chegou a hora de trocar os livros pelo travesseiro.

quarta-feira, 2 de junho de 2010

Treinamento Comportamental...

http://www.rgsoft.com.br/Upload/treinamento_2.JPG

"O Instituto Equilibrium é Pioneiro no Centro – Oeste na aplicação de programas de treinamento comportamentais in company."

"PESSOAS DE ALTA PERFORMANCE. O MAIOR DIFERENCIAL COMPETITIVO DO MUNDO GLOBALIZADO"
Prof. José Roberto Marques

O Treinamento Comportamental é diferente dos treinamentos empresariais comuns pois conjuga: informação e emoção , motivação e aprendizado , conhecimento e sentimento. Na maioria dos treinamentos comuns as pessoas esquecem 95% do que foi aprendido em menos de 24 horas. Isso porque a informação é transmitida de maneira inadequada: racional, linear, uniforme e dissociada.

Existe um fator chave para que memórias e aprendizados se tornem inesquecíveis e esse fator se chama: Emoção. Com certeza as memórias, fatos e informações que você nunca esquece tem um forte componente emocional. Talvez o nascimento do seu primeiro filho, o dia do seu casamento, a morte de um familiar querido. Todos esses acontecimentos inesquecíveis tem um fator em comum: emoção. E esse é o diferencial do treinamento comportamental. Nosso cérebro tem uma enorme facilidade em gravar informações onde o contexto da obtenção dessa informação tenha gerado uma carga emocional em nós.

No treinamento comportamental buscamos passar os conceitos e técnicas de maneira a atingir ambos hemisférios cerebrais, o direito que é intuitivo e emocional e o esquerdo analítico e racional. Isso faz com que a informação seja retida e agregada por um período muito maior, fazendo com que os aprendizados do treinamento sejam incorporados ao dia-a-dia e hábitos dos treinandos em suas respectivas organizações, instituições ou empresas.

O Instituto Equilibrium tem larga experiência em orientar, planejar e executar treinamentos comportamentais in company que atendam as mais diversas necessidades humanas dentro da empresa:

  • Motivar Colaboradores
  • Definir Metas & Objetivos
  • Criar Líderes de Alta Performance
  • Transformar Crenças Limitantes
  • Energizar Equipes de Vendas
  • Alinhar a Cultura Organizacional
  • Harmonizar Relacionamentos
  • Desenvolver Equipes de Alta Performance

Desenvolvemos Treinamentos Comportamentais In Company específicos especialmente projetados e desenhados para atender as necessidades da sua empresa. Atendemos as mais diversas áreas com foco no desenvolvimento das competências e habilidades.

  • Desenvolva equipes de alta performance.
  • Maximize o poder de negociação do seus vendedores.
  • Elimine conflitos internos.
  • Reduza o nível de estresse pessoal e organizacional.
  • Transforme sua empresa em um local ideal para se trabalhar.
  • Melhore a motivação e o relacionamento entre as pessoas.
  • Entenda as necessidades e motivações dos seus clientes.
  • Amplie a capacidade de comunicação dos profissionais.
  • Obtenha um time auto-motivado e responsável.
  • Amplie a capacidade de liderança de seus executivos.
  • Adquira o maior diferencial competitivo do mundo globalizado.
  • Equipes e Colaboradores de Alta Performance!

Nossos Diferenciais:

  • 1. Trabalhamos com as mais modernas e efetivas ciências do comportamento humano. Veja nossas ferramentas, clique aqui.
  • 2. Mais de 10.000 pessoas treinadas em cursos abertos e treinamentos in company.
  • 3. Amplo know-how com atuação em vários segmentos de mercado.
  • 4. Grandes clientes – regionais, nacionais e internacionais.
  • 5. Pioneiros no centro-oeste em treinamentos comportamentais in company.
  • 6. Infra-estrutura completa e adequada para realização e sucesso dos treinamentos Reduzindo custos com hotel e/ou local para os eventos.
  • 7. Experiência de milhares de horas em Coaching.
  • 8. Equipe multidisciplinar composta por profissionais das áreas de: saúde, humanas e exatas.

Realizamos o levantamento das informações, planejamento, estruturação e realização do treinamento de acordo com as necessidades da sua empresa. Nosso compromisso é satisfazer todos os objetivos estipulados.


José Roberto Marques - Master Coach Trainer

Diretor Presidente

Palestras Corporativas...

http://www.blogflaviopereira.com.br/wp-content/uploads/2009/03/publicspeakingimage-full.jpg

O Instituto Equilibrium planeja, organiza e realiza palestras corporativas para atender as mais diversas demandas dentro das empresas:

  • Motivar Colaboradores
  • Definir Metas & Objetivos
  • Criar Líderes de Alta Performance
  • Transformar Crenças Limitantes
  • Energizar Equipes de Vendas
  • Alinhar a Cultura Organizacional
  • Harmonizar Relacionamentos
  • Desenvolver Equipes de Alta Performance
  • Lançamento de Produtos
  • Comunicação Interna
  • Comunicação com o Cliente
  • Comemoração de datas importantes
  • Algumas palestras
  • Admnistração e superação de conflitos
  • Gestão do Tempo
  • Planejamento estratégico pessoal
  • A arte de falar em público
  • Motivação para o sucesso
  • Relacionamento Humano
  • A diferença que faz a diferença
  • Comunicação eficaz e eficiente
  • O Poder do Agora
  • Alavancando Consultores de Venda

Criamos, planejamos e executamos palestras específicas com conteúdo adaptado e personalizado para atender as necessidades da sua empresa.


José Roberto Marques - Master Coach Trainer

Diretor Presidente

Harmonização dos Relacionamentos Internos

http://thumbs.dreamstime.com/thumb_314/1222458478ea0fEz.jpg

O mundo é dos relacionamentos. Para que haja alinhamento de metas e objetivos da empresa é necessário que haja congruência no modus vivendi de seus colaboradores. É importante que a relação inter e intra pessoal atinja níveis de EQUILÍBRIO de nossas inteligências EMOCIONAL e RACIONAL. O relacionamento humano é fator fundamental de sucesso em qualquer negócio. Mais do que isso, é fundamental que a equipe atinja níveis de ALTA PERFORMANCE. Alta Performance nada mais é do que atingir a melhor pessoa que cada um traz dentro de si.

É comum observarmos dentro das empresas conflitos interpessoais, discussões e competições irrelevantes. A incapacidade de se relacionar entre colaboradores é muito comum. Oferecemos soluções inteligens para harmonização e alinhamentos dos relacionamentos internos. Uma equipe em sinergia, motivada e sem conflitos chega a ser 1000% mais efetiva.

Outra característica comum nas empresas são líderes incapazes de compreender e se relacionar com seus subordinados. Mal instruídos e treinados em como perceber o comportamento de seus colaboradores para motivá – los e capacitá – los. Na maioria das vezes um funcionário não pede demissão da empresa e sim de seu chefe. Oferecemos soluções estratégicas, rápidas e eficientes para que líderes atinjam a alta performance e possam extrair o máximo de suas equipes.

Alguns dos muitos benefícios em que a harmonização dos relacionamentos internos traz as empresas:

  • Habilidades: Aprimorar a capacidade de gerir equipes de trabalho, negociar e resolver conflitos.
  • Emocional: Ampliar auto-estima, motivação, humor, autoconhecimento e autoconfiança.
  • Relacionamentos: Desenvolver de forma extraordinária a capacidade de se comunicar com pessoas.
  • Comportamentos e Hábitos: Aprender a eliminar hábitos e comportamentos indesejados.

José Roberto Marques - Master Coach Trainer

Diretor Presidente

terça-feira, 1 de junho de 2010

Ferramentas do Instituto Equilibrium...

O Instituto Equilibrium trabalha e integra as mais poderosas, ténicas, ciências e metodologias no campo das Ciências Humanas para gerar mudanças reais nos participantes de seus eventos, sempre objetivando a alta performance.


Programação Neurolinguística...

http://www.mentesaudavel.com.br/userfiles/image/cerebro.jpg

A Programação Neurolingüistica é a arte e a ciência da excelência, derivada do estudo de como pessoas excelentes obtém extraordinários resultados em suas vidas. Ou seja, das qualidades pessoais. É arte porque cada pessoa imprime sua personalidade e seu estilo àquilo que faz. E é ciência porque utiliza um método e um processo para determinar os padrões que as pessoas usam para obter excelentes resultados naquilo que fazem. É uma ferramenta prática que cria os resultados que queremos obter.

A PNL pode ser definida como manual de operações da nossa mente, como um conjunto de técnicas, crenças e axiomas que objetivam resultado.

  • Programação: Como sequenciamos nossas ações para alcançarmos nossas metas.
  • Neurologia: Como pensamos e usamos nossa mente.
  • Linguistica: Como usamos a linguagem e como ela nos afeta.

Psicologia...


http://atlanticofm.com/Novo_portal06/images/stories/psicologia.jpg
A Psicologia é uma ciência fragmentada e segmentada, seu objeto de estudo varia de acordo com suas correntes teóricas. Na Psicologia Comportamental temos como objeto de estudo o Comportamento. Na Psicologia Cognitiva os processos cognitivos. Utilizamos os diversos campos e saberes da Psicologia afim de agregarmos conhecimentos e técnicas para desenvolvimento das capacidades e habilidades humanas.

Neurociência
...

http://www.posbagozzi.com.br/imagens/blocos/conteudos/nivel4/8461/1.jpg
Neurociências é o conjunto de ciências que se interessam pelo sistema nervoso: de que ele é feito, como varia entre animais, como funciona, como se desenvolve, como se modifica com o aprendizado, como gera a mente os pensamentos e as emoções. Como os interessas da neurociência são vastos muitas abordagens são utilizadas, cada uma a sua maneira, para estudar o sistema nervoso. Ela oferece importantes conceitos e descobertas para desenvolvimento do potencial humano.

Hipnose Ericksoniana...

http://zora.freeblog.hu/Files/hypnotic.jpg

A hipnose Ericksoniana ou linguagem Ericksoniana assim denominada por ter sido criada pelo Dr. Milton H. Erickson, fundador da American Society of Clinical Hynosis, surgiu como modernização da hipnose clássica.

Trata-se da indução a um estado alterado de consciência e percepção, de profundo relaxamento, no qual o consciente e o inconsciente podem ser focalizados por ficarem mais receptivos à sugestões terapêuticas.O trabalho hipnótico facilita, a descoberta de novas opções na vida e a quebra de padrões de sentimentos e comportamento indesejáveis.

Inteligência Emocional...

http://www.simplessolucoes.com.br/blog/wp-content/uploads/2010/04/inteligencia-emocional2.jpg

É um conjunto específico de aptidões utilizadas no processamento e conhecimento das informações relacionadas à emoção. Na história da psicologia moderna o termo “inteligência emocional” expressa um estágio na evolução do pensamento humano: a capacidade de sentir, entender, controlar e modificar o estado emocional próprio ou de outra pessoa de forma organizada. A inteligência Emocional engloba 5 aspectos:

  • Auto Conhecimento
  • Gerenciamento das Emoções
  • Empatia
  • Otimismo (Motivação)
  • Inteligência Interpessoal (Capacidade de se relacionar de maneira saudável com outras pessoas)

"Conteúdo, formação e títulos abrem portas, a Inteligência Emocional e mantém as portas abertas."

Coaching...

http://www.pnlnucleo.com.br/images/tiposdecoaching.gif

O Coaching atualmente é uma febre mundial. É um processo estruturado que ajuda as pessoas a atingerem suas metas em suas vidas pessoais, carreiras, empreendimentos, organizações ou instituições. É excelente ferramenta para potencialização das capacidades e habilidades humanas.

Coaching é uma relação dinâmica entre Coach (profissional) e Coachee (cliente) que permite romper antigos paradigmas e estabelecer novas fronteiras, permitindo-se ir além, a locais ainda não conhecidos, a acessar a subjetividade, o padrão da mente inconsciente. É um processo que ajuda as pessoas a mudar da forma que elas querem e na direção que desejarem ir. É uma metodologia que ajuda a pessoa a atingir seu melhor e a produzir os resultados que se quer na vida profissional e pessoal.

Gestalt Training...

http://ramonbarros.files.wordpress.com/2008/12/meditacao.jpg
Desenvolvida na década de 1960 no Instituto Esalen, em Big Sur na Califórnia. A gestalt training pode ser caracterizada como a terapia do contato, da vivência. É uma importamente ferramenta que utilizamos em nossos treinamentos, o sentimento, a vivência, as emoções e a experiência são tão importantes quanto o conteúdo.

Rebirthing...

http://www.fonosul.com.br/respirar.gif
Rebirth ou Renascimento é uma técnica de respiração, Respiração conectada ou Respiração circular é um ciclo de respiração que se caracteriza pela conexão entre inspiração e expiração. Essa técnica permite acessarmos estados alterados de consciência para maiores focos em trabalhos específicos.

Psicodrama...

http://1.bp.blogspot.com/_AszG3CK3Xrs/SKMf4VAW7wI/AAAAAAAABIo/JsGVwE2it8Q/s320/mascaras+do+teatro.jpg

Psicodrama é uma via de investigação do comportamento e da alma humana mediante a ação. "Drama" significa "ação", em grego.

É uma forma de trabalhar as relações interpessoais ou as questões subjetivas de um indivíduo, de maneira terapêutica, pedagógica e investigativa, a partir de três pontos básicos: teatro, psicologia e sociologia. Seu campo de ação é a intersecção entre o individual e o social.

Inteligências Múltiplas...

http://donadani.files.wordpress.com/2009/10/1072657_923884442.jpg

A teoria das inteligências múltiplas foi desenvolvida, a partir da década de 1990 por uma equipe de pesquisadores da Universidade de Harvard pelo psicólogo Howard Gardner. Ela identificou e descreveu originalmente sete tipos de inteligência nos seres humanos e obteve grande impacto na educação no início da década de 1990. Mais recentemente, acrecentaram-se à lista as inteligências naturalista e existencial.

  • 1. Lógico-matemática - abrange a capacidade de analisar problemas, operações matemáticas e questões científicas. Medida por testes de QI, é mais desenvolvida em matemáticos, engenheiros e cientistas, por exemplo.
  • 2. Linguística - caracteriza-se pela maior sensibilidade para a língua falada e escrita. Também medida por testes de QI, é predominante em oradores, escritor e poetas.
  • 3. Espacial - expressa-se pela capacidade de compreender o mundo visual de modo minucioso. É mais desenvolvida em arquitetos, desenhistas e escultores.
  • 4. Musical - expressa-se através da habilidade para tocar, compor e apreciar padrões musicais, sendo mais forte em músicos, compositores e dançarinos. Beethoven se enquadra nessa inteligência.
  • 5. Físico-cinestésica - traduz-se na maior capacidade de utilizar o corpo para a dança e os esportes. É mais desenvolvida em mímicos, dançarinos e desportistas, por exemplo.
  • 6. Intrapessoal - expressa na capacidade de se conhecer, estando mais desenvolvida em escritores, psicoterapeutas e conselheiros.
  • 7. Interpessoal - é uma habilidade de entender as intenções, motivações e desejos dos outros. Encontra-se mais desenvolvida em políticos, psicoterapeutas, religiosos e professores.
  • 8. Naturalista - traduz-se na sensibilidade para compreender e organizar os fenômenos e padrões da natureza. É característica de paisagistas, arquitetos e mateiros, por exemplo.
  • 9. Existencial - capacidade de refletir sobre questões fundamentais da existência, aguçada em vários segmentos diferentes da sociedade.
José Roberto Marques - Master Coach Trainer

Diretor Presidente

sexta-feira, 28 de maio de 2010

10 Dicas para um Bom Relacionamento Interpessoal


O mundo é dos relacionamentos. Para que haja alinhamento de metas e objetivos de uma empresa é necessário que haja congruência no modus vivendi de seus colaboradores e líderes. É importante que a relação interpessoal atinja níveis de EQUILÍBRIO.

As premissas básicas para melhoria nos relacionamentos são:


1º. Foque nas EMOÇÕES POSITIVAS
De nada adianta querer ser uma pessoa melhor com o coração cheio de mágoa ou vivendo emoções negativas.
Então pense: O que eu fizer voltará para mim. Tenha emoções positivas e elas voltarão de forma positiva.
Ame, seja carinhoso, e receberá todo este afeto em troca.

2º. Crie BONS HÁBITOS
É preciso abandonar os hábitos antigos e criar novos. Ir a lugares diferentes... Crie hábitos novos, sejam eles de convivência, comunicação ou alimentação. É sempre bom deixar o velho de lado e criar novos hábitos que nos impulsionem para a melhoria, em qualquer que seja a área de nossas vidas.

3º. PERDOE
É importante perdoar de verdade, de coração.
O tempo todo, pessoas falam ou fazem coisas que acabam nos magoando. Para que possamos evoluir é muito importante perdoar. Enfim, deixe o passado de lado e dê uma nova chance às pessoas. Se aceite do jeito que você é. Aceite o outro exatamente do jeito que ele é!

4º. Pratique a CONSIDERAÇÃO pelo próximo
Lembre-se das pessoas que fizeram algo por você. Retribua com carinho. Sempre que possível, faça algo para demonstrar que sente gratidão e respeito. Praticar a consideração pelo próximo é saber que sempre, quando precisar, terá pessoas com quem contar.

5º. SEJA GRATO por tudo que possui.
Agradeça sempre! Seja grato por tudo que possui. Não só no aspecto material. Agradeça pelas pessoas que fazem parte de sua vida. Se as pessoas parassem de observar somente o que não têm e começassem a agradecer pelo que possuem seriam muito mais felizes.

6º. Tenha CORAGEM. Vença seus MEDOS
Quantas e quantas coisas são adiadas por medo. Uma hora eles devem evaporar. Só conseguimos nos libertar de nossos medos se decidimos encará-los de frente. Tendo coragem e atitude não há medo que resista.

7º. Seja OUSADO
Seja autoconfiante, e não tenha medo do fracasso. Você não pode privar o mundo de suas idéias criativas. Ousar é acreditar em si o suficiente para se arriscar por algo novo.

. RESPEITE e Não MAGOE as pessoas que ama
Nem sempre as pessoas estão prontas para ouvir a verdade. Tenha cautela em suas ações e palavras. Jamais fale sem pensar. Evite estourar, e analise com carinho. Isto é muito importante.

9º. SORRIA!
Sorria sempre. É muito bom sorrir. Quando sorrimos quebramos o inimigo. O que se ganha sorrindo? Imediatamente, um outro sorriso em troca.
Ninguém resiste a um belo sorriso, sincero e genuíno.

10º. Assuma um compromisso com a VERDADE
É claro que nem todo mundo está pronto para ouvir verdades.
Porém, quando recebemos um feedback devemos usar esta informação para o nosso crescimento. Assumir um compromisso com a verdade é ser honesto consigo mesmo.
Nunca minta para si. Assim crescemos como pessoas, seres sociais e espirituais.


José Roberto Marques - Master Coach Trainer

Diretor Presidente

Auto-estima sinônimo de sucesso


Os manuais e livros intitulados de auto-ajuda já se incorporaram à vida moderna. Cada vez mais esse genêro de literatura se encontra entre os mais vendidos com inúmeros best-sellers. Muita gente encontra inspiração nos conselhos da auto-ajuda em busca da realização pessoal e profissional. Na lista dos livros mais vendidos do genêro, os títulos de maior sucesso ensinam a ficar rico em pouco tempo, a conquistar a felicidade, a atrair a sorte para si próprio e a galgar degraus no trabalho rapidamente - muitas vezes funciona, outras não.

Se todos os títulos de auto-ajuda fossem colocados em uma centrífuga, o conselho fundamental que daí resultaria com certeza seria: goste de você, tenha confiança em si mesmo, acredite em sua capacidade. Em resumo: preserve e eleve sua auto-estima.

Os psicólogos, coachs, conselheiros de executivos e os próprios executivos são unânimes em afirmar: A auto-estima é uma das principais ferramentas com que o ser humano deve contar para enfrentar os desafios do cotidiano. Ela determina, entre outras coisas, a forma como construimos relacionamentos e percebemos o mundo. A auto-estima é o conceito mais estudado na psicologia social, e há um bom motivo para isso. Ela é a chave para a convivência harmoniosa no mundo civilizado.

A auto-estima é a melhor aliada do sucesso na vida pessoal e profissional. Não há idade-limite para conquistá-la! Antigamente, acreditava-se que o grau de auto-estima de uma pessoa era determinado na infância e se preservava intocado ao longo da vida. A boa notícia é que, nos últimos anos, a psicologia derrubou essa teoria. Hoje se sabe que é possível desenvolver a auto-estima em qualquer idade e mantê-la elevada para sempre.

A seguir algumas dicas para desenvolver e preservar essa poderosa ferramenta de sucesso, denominada: Auto-estima.

Examinar o passado – Fazer Psicoterapia. Esse é um passo crucial para elevar a auto-estima. Ao fazer essa retrospectiva, é possível perceber que alguns erros do passado podem ser corrigidos e outros não. Ao deparar com o que não pode ser mudado, o melhor a fazer é aceitar a situação, aprender com as experiências s e focar no que pode ser melhorado.

Dar um sentido à vida. Realize um Processo de Coaching Análise suas crenças e atitudes em busca daquilo que realmente te faz bem. Trace uma trajetória profissional e pessoal ou seja, Descubra sua missão de vida.

Achar um meio-termo. Quem sofre de baixa auto-estima costuma seguir a linha de pensamento do "tudo ou nada", ou seja: se uma tarefa realizada não saiu perfeita, foi um tremendo fiasco. Há uma grande diferença entre dizer "Eu fracassei três vezes" e "Eu sou um fracasso". É preciso quebrar essas crenças disfuncionais em busca de um meio-termo. Uma tarefa que não saiu perfeita dessa vez pode ser melhorada no futuro.

Focar os aspectos positivos. Em quase 100% dos casos de pessoas que sofrem de baixa auto-estima é possível perceber que elas tendem a concentrar sua atenção apenas nos aspectos negativos de determinada situação ou resultados. Ao se concentrar nos pontos positivos, a percepção do indivíduo sobre si ou sobre uma situação muda para melhor.

Comentar com a família e os amigos as realizações positivas. Um estudo publicado no Journal of Personality and Social Psychology, da Associação Americana de Psicologia, concluiu que alardear o próprio sucesso ajuda a reforçar a autoconfiança e a elevar a auto-estima e neutraliza os pensamentos de autodepreciação.

Fazer ginástica e exercícios fisícos. Vários estudos mostram que a prática regular de exercícios ajuda a elevar a auto-estima. A prática de exercícios regularmente ajuda na liberação de serotornina um dos neurotransmisorres responsáveis pelo bem estar. A ginástica aumenta a auto-estima dos praticantes porque melhora a saúde e a qualidade de vida em geral.

Faça Cursos e Treinamentos Motivacionais e Comportamentais. As vezes precisamos de um "empurrãozinho" para desenvolver nossa Auto-estima. Em muitos casos a realização de um curso ou treinamento motivacional/comportamental se configura a melhor opção!

De 0 a 10 - Como vai a sua Auto-estima?


José Roberto Marques - Master Coach Trainer

Diretor Presidente

Destacando – se na competitividade


No futuro teremos dois tipos de profissionais... Os de alta performance e os desempregados.

Teremos dois tipos de empresas… As quebradas e as de sucesso.

Em qual grupo você deseja estar? Quais são suas metas e seus objetivos? Você anda se desenvolvendo em busca da Alta Performance?

Quanto mais o tempo passa, mais fica evidente que vamos receber cada vez menos para fazer o que todo mundo faz... O sucesso hoje depende das pessoas de alta performance, pessoas que fazem o que a maioria não faz, pessoas competentes. Os vencedores fazem o que os perdedores não sabem fazer. Percebemos que só irão sobreviver os mais capazes, os mais competentes, sejam empresas ou profissionais. Hoje, no Brasil, 800 empresas quebram por dia e ao mesmo tempo abrem 1.500 novas, existe muita competitividade, o Mercado cada vez mais é “darwiniano” ou seja, seletivo.

A cada dia é visível uma mudança de postura. As empresas no passado trocavam serviços ou produtos por dinheiro. Hoje, as empresas de sucesso fazem amigos enquanto fazem negócios. Antigamente as empresas tinham funcionários hoje elas possuem colaboradores, profissionais que vestem a camisa e são verdadeiros guerreiros. Trabalham com prazer. Não cumprem apenas as obrigações.

Quanto mais os anos passam mais se percebe que o trabalho é um prazer e a vida é uma alegria. Quando o trabalho é um dever, a vida é uma escravidão. E este duplo sentimento está presente no sucesso ou fracasso de uma organização. Existe outro fator importante nas empresas do futuro, as empresas de sucesso. Elas formam líderes competentes. E, neste foco, um dado preocupante da pesquisa do Instituto Gallup: 79% dos brasileiros são desmotivados no trabalho.

A pergunta chave para descobrir o que deve fazer é: Por que as empresas quebram? Porque perdem os seus diferenciais competitivos, não inovam, não criam produtos e serviços novos, param no tempo, não treinam, não acompanham as mudanças na velocidade exigida pelo mercado. Fecham suas portas porque se preocupam mais em vender e esquecem a essência do negócio: a rentabilidade e principalmente as pessoas.

A verdede do negócio é que empresa nenhuma no mundo se destaca a não ser por pessoas. As empresas investem milhões em prédios, máquinas, equipamentos... E tem certa dificuldade em investir alguns milhares em pessoas, em treinamentos que desenvolvam suas potencialidades, em programas motivacionais que busquem o conhecimento, o comprometimento, o entusiasmo pelo trabalho e pelo negócio. Exemplificando, joga-se um caminhão de dinheiro fora investindo milhares numa frota e não investindo uns poucos reais no treinamento dos motoristas. E estes, não comprometidos, desmotivados e desconhecedores de regras acabam desviando combustível, arrebentando com pneus, estourando diferenciais, burlando satélites e por aí afora... Causando um prejuí­zo enorme.

Outro fator chave nas organizações é a liderança. O grande desafio dos profissionais, notadamente líderes e gestores deve ser inspirar pessoas. O segredo é fazer com que as pessoas trabalhem querendo experimentar o seu melhor.

O líder de sucesso destaca-se na multidão. As pessoas trabalham em função do seu chefe. Quando não há identificação dos colaboradores com o líder, a equipe, as pessoas preferem o risco de ficar desempregadas a viverem ao lado dele.

O melhor que se pode dizer das empresas de sucesso é que elas não caem na armadilha dos iguais. Não basta ser o melhor, tem que ser diferente!

Paz e Luz!


José Roberto Marques - Master Coach Trainer

Diretor Presidente

quinta-feira, 27 de maio de 2010

Treinamento Comportamental


"O Instituto Equilibrium é Pioneiro no Centro – Oeste na aplicação de programas de treinamento comportamentais in company."

"PESSOAS DE ALTA PERFORMANCE. O MAIOR DIFERENCIAL COMPETITIVO DO MUNDO GLOBALIZADO"
Prof. José Roberto Marques

O Treinamento Comportamental é diferente dos treinamentos empresariais comuns pois conjuga: informação e emoção , motivação e aprendizado , conhecimento e sentimento. Na maioria dos treinamentos comuns as pessoas esquecem 95% do que foi aprendido em menos de 24 horas. Isso porque a informação é transmitida de maneira inadequada: racional, linear, uniforme e dissociada.

Existe um fator chave para que memórias e aprendizados se tornem inesquecíveis e esse fator se chama: Emoção. Com certeza as memórias, fatos e informações que você nunca esquece tem um forte componente emocional. Talvez o nascimento do seu primeiro filho, o dia do seu casamento, a morte de um familiar querido. Todos esses acontecimentos inesquecíveis tem um fator em comum: emoção. E esse é o diferencial do treinamento comportamental. Nosso cérebro tem uma enorme facilidade em gravar informações onde o contexto da obtenção dessa informação tenha gerado uma carga emocional em nós.

No treinamento comportamental buscamos passar os conceitos e técnicas de maneira a atingir ambos hemisférios cerebrais, o direito que é intuitivo e emocional e o esquerdo analítico e racional. Isso faz com que a informação seja retida e agregada por um período muito maior, fazendo com que os aprendizados do treinamento sejam incorporados ao dia-a-dia e hábitos dos treinandos em suas respectivas organizações, instituições ou empresas.

O Instituto Equilibrium tem larga experiência em orientar, planejar e executar treinamentos comportamentais in company que atendam as mais diversas necessidades humanas dentro da empresa:

  • Motivar Colaboradores
  • Definir Metas & Objetivos
  • Criar Líderes de Alta Performance
  • Transformar Crenças Limitantes
  • Energizar Equipes de Vendas
  • Alinhar a Cultura Organizacional
  • Harmonizar Relacionamentos
  • Desenvolver Equipes de Alta Performance

Desenvolvemos Treinamentos Comportamentais In Company específicos especialmente projetados e desenhados para atender as necessidades da sua empresa. Atendemos as mais diversas áreas com foco no desenvolvimento das competências e habilidades.

  • Desenvolva equipes de alta performance.
  • Maximize o poder de negociação do seus vendedores.
  • Elimine conflitos internos.
  • Reduza o nível de estresse pessoal e organizacional.
  • Transforme sua empresa em um local ideal para se trabalhar.
  • Melhore a motivação e o relacionamento entre as pessoas.
  • Entenda as necessidades e motivações dos seus clientes.
  • Amplie a capacidade de comunicação dos profissionais.
  • Obtenha um time auto-motivado e responsável.
  • Amplie a capacidade de liderança de seus executivos.
  • Adquira o maior diferencial competitivo do mundo globalizado.
  • Equipes e Colaboradores de Alta Performance!

Nossos Diferenciais:

  • 1. Trabalhamos com as mais modernas e efetivas ciências do comportamento humano. Veja nossas ferramentas, clique aqui.
  • 2. Mais de 10.000 pessoas treinadas em cursos abertos e treinamentos in company.
  • 3. Amplo know-how com atuação em vários segmentos de mercado.
  • 4. Grandes clientes – regionais, nacionais e internacionais.
  • 5. Pioneiros no centro-oeste em treinamentos comportamentais in company.
  • 6. Infra-estrutura completa e adequada para realização e sucesso dos treinamentos Reduzindo custos com hotel e/ou local para os eventos.
  • 7. Experiência de milhares de horas em Coaching.
  • 8. Equipe multidisciplinar composta por profissionais das áreas de: saúde, humanas e exatas.

Realizamos o levantamento das informações, planejamento, estruturação e realização do treinamento de acordo com as necessidades da sua empresa. Nosso compromisso é satisfazer todos os objetivos estipulados.


José Roberto Marques - Master Coach Trainer

Diretor Presidente

terça-feira, 25 de maio de 2010

Capacitação Profissional e Desenvolvimento Pessoal

Leader Coach

Coaching é a carreira que mais cresce no Brasil e no Mundo, proporcionando rápido retorno sobre investimento, horários de trabalho flexíveis e a possibilidade de ser chefe de si mesmo! O Coaching é a ferramenta que mais apresenta resultados em qualquer aspecto da vida pessoal ou profissional das pessoas. É um processo altamente eficaz, desenvolvido a partir de uma metodologia de aplicação imediata, e com resultados imediatos.


Inimaginável? Surpreendente? Fantástico? É tudo isso e muito mais.

O Coaching é fruto de muito estudo com comprovação científica, que vem sendo utilizado por milhares de pessoas para novas conquistas. Ele é um processo com começo, meio e fim utilizado como um gerador de novas perspectivas e oportunidades que, conseqüentemente, resulta em um significativo aumento no nível de satisfação. Existe uma enorme parcela de pessoas que estão vivendo com qualidade, porém, esperam mais da vida, apenas não sabem o que fazer e nem como começar para conseguir melhorar.

Veja se você se identifica com alguns desses aspectos:

Profissionalmente, se você:

  • Está em busca de uma nova e desafiante carreira
  • Procura mudança de emprego para aumentar rendimentos
  • Deseja ingressar no mercado e busca destaque
  • Está perto da aposentadoria, mas buscam alternativas para continuar em atividade
  • Quer uma nova profissão mantendo sua atual posição
  • Ambiciona aumentar substancialmente seus rendimentos financeiros

Pessoal e socialmente, se você deseja:

  • Um relacionamento bem sucedido
  • Aprender como construir uma família próspera
  • Melhorar relacionamentos com os filhos, familiares ou colegas de trabalho
  • Mais segurança emocional e profissional para ousar e explorar novos caminhos
  • Respostas para uma série de circunstâncias onde surgem dúvidas e não sabe como agir?

É justamente nesses momentos que o Coaching é a solução ideal!

Leader Coach

Atualmente, o profissional Coach é cada vez mais procurado para atender essa imensa parcela de pessoas que querem desenvolver novas habilidades, e aproveitar o momento histórico de crescimento que o Brasil está vivendo, para ampliar conquistas e garantir sucesso nos próximos anos.

Especialize torando-se um profissional Coach com Certificação Internacional, conquistando a si mesmo e descobrindo o leque de opções profissionais que essa fantástica carreira pode gerar pra você.

O Coaching é uma ferramenta flexível aplicável a qualquer contexto seja na vida pessoal ou no mundo dos negócios:

Atue na profissão que mais cresce no mundo, como coach você pode:

  • Definir os horários que quer trabalhar
  • Onde quer trabalhar
  • Qual o segmento e/ou nicho que mais combina com seu estilo de vida e bagagem profissional, você pode atuar como Professional Coaching nas seguintes áreas: Negócios, Carreira, Pessoal, Relacionamentos, Planejamento de Vida, Projetos, Recuperação, Empreendimento, Emagrecimento, Equipe, Financeiro, Espiritual, Novos Negócios, Casamento, Médico, Direito, Adolescentes, Aposentados, Investimentos, Vendas, Liderança, Executive, Negócios entre inúmeras outras possibilidade.

sexta-feira, 21 de maio de 2010

Treinamento Comportamental


"O Instituto Equilibrium é Pioneiro no Centro – Oeste na aplicação de programas de treinamento comportamentais in company."

"PESSOAS DE ALTA PERFORMANCE. O MAIOR DIFERENCIAL COMPETITIVO DO MUNDO GLOBALIZADO"
Prof. José Roberto Marques

O Treinamento Comportamental é diferente dos treinamentos empresariais comuns pois conjuga: informação e emoção , motivação e aprendizado , conhecimento e sentimento. Na maioria dos treinamentos comuns as pessoas esquecem 95% do que foi aprendido em menos de 24 horas. Isso porque a informação é transmitida de maneira inadequada: racional, linear, uniforme e dissociada.

Existe um fator chave para que memórias e aprendizados se tornem inesquecíveis e esse fator se chama: Emoção. Com certeza as memórias, fatos e informações que você nunca esquece tem um forte componente emocional. Talvez o nascimento do seu primeiro filho, o dia do seu casamento, a morte de um familiar querido. Todos esses acontecimentos inesquecíveis tem um fator em comum: emoção. E esse é o diferencial do treinamento comportamental. Nosso cérebro tem uma enorme facilidade em gravar informações onde o contexto da obtenção dessa informação tenha gerado uma carga emocional em nós.

No treinamento comportamental buscamos passar os conceitos e técnicas de maneira a atingir ambos hemisférios cerebrais, o direito que é intuitivo e emocional e o esquerdo analítico e racional. Isso faz com que a informação seja retida e agregada por um período muito maior, fazendo com que os aprendizados do treinamento sejam incorporados ao dia-a-dia e hábitos dos treinandos em suas respectivas organizações, instituições ou empresas.

O Instituto Equilibrium tem larga experiência em orientar, planejar e executar treinamentos comportamentais in company que atendam as mais diversas necessidades humanas dentro da empresa:

  • Motivar Colaboradores
  • Definir Metas & Objetivos
  • Criar Líderes de Alta Performance
  • Transformar Crenças Limitantes
  • Energizar Equipes de Vendas
  • Alinhar a Cultura Organizacional
  • Harmonizar Relacionamentos
  • Desenvolver Equipes de Alta Performance

Desenvolvemos Treinamentos Comportamentais In Company específicos especialmente projetados e desenhados para atender as necessidades da sua empresa. Atendemos as mais diversas áreas com foco no desenvolvimento das competências e habilidades.

  • Desenvolva equipes de alta performance.
  • Maximize o poder de negociação do seus vendedores.
  • Elimine conflitos internos.
  • Reduza o nível de estresse pessoal e organizacional.
  • Transforme sua empresa em um local ideal para se trabalhar.
  • Melhore a motivação e o relacionamento entre as pessoas.
  • Entenda as necessidades e motivações dos seus clientes.
  • Amplie a capacidade de comunicação dos profissionais.
  • Obtenha um time auto-motivado e responsável.
  • Amplie a capacidade de liderança de seus executivos.
  • Adquira o maior diferencial competitivo do mundo globalizado.
  • Equipes e Colaboradores de Alta Performance!

Nossos Diferenciais:

  • 1. Trabalhamos com as mais modernas e efetivas ciências do comportamento humano. Veja nossas ferramentas, clique aqui.
  • 2. Mais de 10.000 pessoas treinadas em cursos abertos e treinamentos in company.
  • 3. Amplo know-how com atuação em vários segmentos de mercado.
  • 4. Grandes clientes – regionais, nacionais e internacionais.
  • 5. Pioneiros no centro-oeste em treinamentos comportamentais in company.
  • 6. Infra-estrutura completa e adequada para realização e sucesso dos treinamentos Reduzindo custos com hotel e/ou local para os eventos.
  • 7. Experiência de milhares de horas em Coaching.
  • 8. Equipe multidisciplinar composta por profissionais das áreas de: saúde, humanas e exatas.

Realizamos o levantamento das informações, planejamento, estruturação e realização do treinamento de acordo com as necessidades da sua empresa. Nosso compromisso é satisfazer todos os objetivos estipulados.

José Roberto Marques - Master Coach Trainer
Diretor Presidente

quarta-feira, 19 de maio de 2010

Programação Neurolinguística...


Publicitários, Médicos, Arquitetos, Administradores de Empresas, Advogados, Modelos e Donas-de-Casa. Nunca uma mesma ciência foi tão útil aos mais diversos profissionais. A Programação Neurolinguística, também conhecida como PNL, utiliza seu conjunto de técnicas, pressupostos e conceitos tendo como um de seus principais objetivos reprogramar o cérebro desenvolvendo o potencial, competências e habilidades. Segundo Richard Bandler, um dos criadores da PNL ela pode ser caracterizada como:

"O ESTUDO DA ESTRUTURA DA EXPERIÊNCIA SUBJETIVA DO SER HUMANO E O QUE PODE SER FEITO COM ELA."

Em termos mais amplos e abertos a pnl poderia ser definida como:

"O ESTUDO DE COMO REPRESENTAMOS E PERCEBEMOS A REALIDADE NEUROLOGICAMENTE E DE COMO PODEMOS ALTERAR ESTA REPRESENTAÇÃO PARA ATINGIRMOS RESULTADOS DESEJADOS."

A parte "Neuro" da PNL reconhece a idéia fundamental de que todos os comportamentos nascem dos processos neurológicos resultantes da experiência perceptiva dos nossos sentidos: visão, audição, olfato, paladar, tato e sensação. Percebemos o mundo através dos cinco sentidos. "Compreendemos" a informação e depois agimos. Nossa neurologia inclui não apenas os processos mentais invisíveis, mas também as reações fisiológicas, as sensações somáticas. Emoção, Cognição e Fisiologia estão intimamente ligados. Corpo e mente formam uma unidade inseparável, um ser humano.

A parte "Lingüística" do título indica que usamos a linguagem para ordenar nossos pensamentos e comportamentos e nos comunicarmos com os outros.

A "Programação" refere-se à maneira como organizamos nossas idéias e ações à fim de produzir resultados. A PNL trata da estrutura da experiência humana subjetiva, de como organizamos o que vemos através dos nossos sentidos. Também examina a forma como descrevemos isso através da linguagem e como agimos, intencionalmente ou não, para produzir resultados.

Essa fantátisca e flexível metodologia de como nós pensamos e agimos surgiu na década de 70 através de Richard Bandler na época estudante de matemática e sistemas e John Grinder estudante de linguística e Psicologia. Juntos desenvolveram um conjunto de pressupostos, técnicas e modelos denominado Programação Neurolinguística. Desde então, a PNL vem se desenvolvendo constantemente com diversos expoentes mundiais como: Robert Dilts, Michael Grinder, Robert MacDonald, Deborah Bacon, Bernd Isert, Joseph O'Connor, Todd Epstein e outros. Muitos com quais tive o prazer de ser treinado pessoalmente.

Em um mundo cada vez mais competitivo, é vital saber estabelecer parcerias, compartilhar informações, compreender diferentes pontos de vista. Dessa forma construímos relações saudáveis, motivadoras e adquirimos qualidade de vida. Através da Programação Neurolinguistíca, você pode desenvolver de forma rápida e prática este potencial para ir descobrindo "como" atuar diante das diferentes situações de adversidade e pressão que compõem a vida.

A Programação Neurolinguística utiliza a linguagem como mecanismo para alterações neurológicas desenvolvendo o potencial de um profissional ou equipe, maximizando o desenvolvimento de Lideranças e Profissionais de Alta Performance.

José Roberto Marques

Diretor Executivo Instituto Equilibrium

terça-feira, 18 de maio de 2010

Teorias Motivacionais


Vou apresentar nesse artigo duas teorias famosas e eficazes na construção de estratégias motivacionais eficientes.

O mais famoso estudioso do tema motivação é o Psicólogo Abraham Maslow, responsável pela teoria das necessidades humanas básicas. A partir do momento em que uma dada demanda foi suprida e a pessoa se sente saneada, ações externas relacionadas a essa demanda não teriam qualquer efeito motivacional. Daí surge o conceito da pirâmide ou hierarquia motivacional.

Maslow define um conjunto de cinco necessidades descritos na pirâmide.

  • necessidades fisiológicas (básicas), tais como a fome, a sede, o sono, o sexo, a excreção, o abrigo;
  • necessidades de segurança, que vão da simples necessidade de sentir-se seguro dentro de uma casa a formas mais elaboradas de segurança como um emprego estável, um plano de saúde ou um seguro de vida;
  • necessidades sociais ou de amor, afeto, afeição e sentimentos tais como os de pertencer a um grupo ou fazer parte de um clube;
  • necessidades de estima, que passam por duas vertentes, o reconhecimento das nossas capacidades pessoais e o reconhecimento dos outros face à nossa capacidade de adequação às funções que desempenhamos;
  • necessidades de auto-realização, em que o indivíduo procura tornar-se aquilo que ele pode ser e quer ser.

De acordo com a teoria das necessidades humanas à medida que uma pessoa atinge determinado estágio, a sua necessidade motivacional passaria a ser o estágio seguinte.

Por exemplo, uma pessoa que possui um emprego que lhe garanta segurança e a possibilidade de se relacionar com seus pares, mas que, dentro de sua perspectiva, é apenas um número na empresa, sente a necessidade de ser aceita e respeitada dentro do grupo. Esse é o seu próximo passo na pirâmide. Ações e oportunidades para que ela seja reconhecida em sua individualidade terão forte efeito motivacional sobre ela.

Porém, se de uma hora para outra, surgir o simples rumor de cortes e demissões na empresa de forma a ameaçar esse segurança, essa passará a ser sua nova busca. Ser apenas um número no RH voltará a ser mais importante do que ser tratada pelo nome pelo chefe. Pelo menos, até que se sinta segura novamente.

Seria realmente muito simples se todo o processo motivacional fosse restrito à teoria de Maslow. Porém, entender motivação vai um pouco além e existem outras teorias que corroboram essa perspectiva… Para o psicólogo americano David McClelland, a motivação estaria intimamente ligada à própria personalidade da pessoa.Segundo ele, as pessoas poderiam ser divididas em três grandes grupos, de acordo com a predominância de suas “bases motivacionais”.

O primeiro grupo seria o das pessoas orientadas para o poder. Esses precisam de situações ou condições em que possam demonstrar seu valor e, sobretudo, onde possam se diferenciar e se destacar. Para eles o importante é a sensação de poder. Gostam de falar em nome do grupo e de assumir posições de controle. Querem ser chefes ou comandar, mesmo que não recebam pagamento a mais por essa responsabilidade. São mais motivadas por ações competitivas. Um bom prêmio por um bom trabalho: Ter sua foto no mural, de preferência bem grande, como funcionário do mês.

O segundo grupo é o das pessoas com a motivação para a realização. Essa seria a base motivacional típica dos empreendedores. Essas pessoas são movidas pelo desafio e pela possibilidade de mostrar, para elas mesmas, a sua capacidade de superação. O importante é realizar, inovar e ter a sensação de que fez e faz a diferença para os resultados. São motivadas por ações desafiadoras onde precisem superar seus próprios padrões de excelência. Um bom prêmio por um bom trabalho: Novos desafios.

O último grupo são aqueles que se motivam principalmente pela oportunidade de se relacionar com os outros denominados os afiliativos. Para eles, o importante é se sentirem parte do grupo. Um exemplo típico é o indivíduo que trabalha com afinco o ano todo para em dezembro fazer parte da festa de confraternização da empresa. Não se incomoda se precisar organizar o grupo ou até mesmo “pilotar a churrasqueira”. O que o motiva é ver o grupo reunido. E se sente ainda mais pleno se todos estiverem, literalmente, “vestindo a mesma camiseta”. São mais motivados por ações cooperativas. Um bom prêmio por um bom trabalho: Ser convidado para jantar com o chefe, levando a família, é claro.

Na hora de traçar estratégias para motivar equipes e colaboradores se faz fundamental levar em consideração as idéias desses dois pensadores. Todos programas motivacionais devem ter sustentação teórica e embasamento científico consistente levando em consideração as teorias de motivação e comportamento humano para obtenção de resultados significativos.

José Roberto Marques - Diretor Executivo

segunda-feira, 17 de maio de 2010

Motivação no Mundo Corporativo


A auto motivação passou a ser requisito básico para quem deseja se destacar no mundo corporativo. A capacidade de motivar os outros, conseguir cooperação e comprometimento com a missão e metas da empresa é uma habilidade básica para qualquer aspirante a cargos de liderança. Ou seja, motivação é um tópico de extrema importância na gestão empresarial, nos desafios profissionais e na vida pessoal. A motivação está implícita em qualquer discussão sobre resultados, trabalho em equipe, superação, objetivos e mudanças como uma base de sustentação para qualquer resultado que se deseja atingir.

Todo os anos são investidos milhões de reais em estratégias motivacionais como: Programas de endomarketing; Confraternizações; Palestras motivacionais; Planos de bonificação; Premiação por resultados e muitos outros. Tudo com a inteção de dar aquela famosa "injeção de ânimo" nos colaboradores e equipes. Diante de tais aspectos o que se vê são poucas ações efetivas para manter pessoas motivadas, o máximo que encontramos por aí são algumas ações criativas, grandes doses de boa inteção e boa vontade, mas muitos e muitos equívocos, ações sem fundamentação teórica, sem resultado e sem planejamento, dinheiro gasto a toa.

É importante lembrar que motivar é suprir uma necessidade, ou demanda, interna. Se não existe necessidade ou se não sabemos qual necessidade deve ser suprida, não existe ação motivacional. Além disso, não podemos perder de vista que as pessoas possuem necessidades diferentes, por isso, uma estratégia que serve para uma pessoa pode não ter qualquer efeito sobre outra.

Para ser efetiva, a implantação de um programa ou plano motivacional precisa considerar alguns aspectos essenciais das teorias e dos estudos sobre o comportamento humano e, mais especificamente, sobre a motivação.

Motivar pessoas é mesmo uma tarefa complexa. Por isso, é muito mais fácil desmotivar…Então, se você pretende criar um bom projeto motivacional ou motivar melhor seus empregados e subordinados, o melhor caminho é fazer uma pesquisa um pouco mais aprofundada sobre o tema. Na própria internet existe muito material entretanto, a melhor opção sempre é contratar uma empresa especializada, capacitada e com experiência! Assim, você terá bons motivos para celebrar os bons resultados!

Conte com a gente!

José Roberto Marques - Diretor Executivo

sexta-feira, 14 de maio de 2010

Coaching nas Empresas



Apesar de estar no Brasil já há muitos anos, o Coaching só começou a ficar conhecido em 2000 e ganhou força no meio empresarial a partir de 2003. Isto coincide com o nível cada vez mais exigente das organizações com a qualidade de atuação de seus líderes e colaboradores em um mercado globalizado e, também, com uma tendência mundial de se repensar o Ser Humano como o verdadeiro motor das organizações, digno de cuidados especiais como: desenvolvimento, treinamento e capacitação. É nessa nova perspectiva mundial que o Coaching é diferencial certo para o sucesso.

Um "coach" é um personal-training mental/emocional que auxilia as pessoas a atingir metas profissionais e pessoais. Nas empresas, funciona como um consultor diferenciado porque atua na área humana, no desenvolvimento de diretores, gestores, colaboradores e executivos, o que acaba resultando em mudanças positivas na condução dos negócios e no ambiente de trabalho. Resultados extraordinários só podem ser obtidos através de pessoas extraordinárias. O Coaching é a ferramenta mais pragmática e poderosa para se construir equipes e pessoas de alta performance.

O Coaching nas Empresas atualmente é um diferencial extremamente competitivo pois, desenvolve competências como liderança, auto-confiança, iniciativa e comunicação, além da habilidade de lidar com adversidades. Nos EUA, 40% dos executivos já passaram pelo processo de coaching. O método é tão difundido que muitas empresas oferecem o serviço de um "coach" como benefício do cargo.

Sem dúvida, o processo de Coaching é um momento privilegiado de interação e reflexão, no qual o profissional conta com a percepção e a escuta refinadas de um Consultor/Coach, para repensar seus próprios caminhos profissionais, descobrindo e escolhendo as melhores formas de se desenvolver e promover desenvolvimento à sua volta.

No Brasil, algumas empresas, como a Petrobras, Nestlé, O Boticário, HSBC e Banco do Brasil, já utilizam o método entre seus executivos. O "coaching" é personalizado, uma assessoria privada, mas também pode ser ensinado por meio de treinamentos "in company", para determinado número de profissionais da mesma empresa.

O Coaching nas empresas pode ser utilizado para:

  • Estabelecimento de uma cultura de Coaching na empresa;
  • Desenvolvimento de capacidades de liderança nos executivos da empresa;
  • Trabalho específico para melhoria de performance de um grupo de profissionais;
  • Implantação de um programa para transformar os gerentes da empresa em coaches;
  • Desenvolvimento de visão e missão da empresa;
  • Estabelecimento de planejamento estratégico e de marketing;
  • Melhoria no desempenho de profissionais com dificuldades de performance;
  • Resolução de conflitos internos.

Autor: Psicoterapeuta e Coach, José Roberto Marques - Diretor Instituto Equilibrium e do Instituto Brasileiro de Coaching

Funcionários Satisfeitos = Lucratividade & Resultado


Não é premeditado dizermos que as melhores empresas do mercado são aquelas que oferecem condições de trabalho adequadas a seus colaboradores. Mas será que você, enquanto empresário, líder ou gestor, compreende o que são condições necessárias para a propagação de um ambiente organizacional saudável e feliz? Se na sua organização existem confraternizações de final de ano e este é o único momento em que todos estão reunidos, devemos começar por este ponto; determinando a necessidade de uma gestão com maior participação, no que se refere a confiança que é transmitida a seu colaborador, através de sua presença no dia-a-dia deste indivíduo. Vale uma reflexão.

Você está marcando presença no que se refere à evolução de seus colaboradores? Já se atentou ao fato de que investir na formação de seu pessoal é demarcar um grande espaço no dia-a-dia deste colaborador?Um fator muito importante, e muitas vezes esquecido pelas empresas, é a informação. Seu colaborador é o primeiro a ser informado sobre uma nova propaganda ou campanha de um produto ou ainda de uma atividade social realizada pela empresa? Não podemos esquecer que a credibilidade e a confiança só acontecem na instauração de oportunidades. Sendo assim, quando abrimos espaços diferenciados, estamos criando estímulos competitivos.

É evidente que a remuneração é um fator importante na vida de um funcionário. No entanto, não podemos nos prender apenas a pagar um salário no final do mês, visto que são necessárias políticas diferenciadas como, por exemplo, a de premiações por metas atingidas ou bônus por excelência no atendimento prestado ao cliente, além de investimento em treinamento comportamental, motivação e qualidade de vida no trabalho ... dentre outras.

Ao falar um pouco sobre "carreira profissional", se atente aos planos que sua empresa pode oferecer como projetos de futuro a seus funcionários. As organizações devem ater-se ao fato de que seus colaboradores não devem apenas cumprir seus horários de trabalho sem treinamentos que lhes agreguem, por exemplo, o valor de uma reciclagem, conhecimento de novos produtos, evolução comportamental e emocional, troca de experiências ou, até mesmo, uma autoavaliação. Por isso, determinem momentos em que seus colaboradores possam ter a liberdade de se expressar, seja em uma reunião para avaliar necessidades de mudança, tanto quanto em um desafio proposto à suas equipes. Oferecer oportunidades de se expressarem através de suas atividades é capacitá-los a descobrirem o que podem desenvolver de melhor.

Vale lembrar que se a sua empresa necessita cumprir prazos com seus clientes, antes de tudo, você deve cumprir deveres com seus colaboradores. O trabalhador que conhece princípios de cordialidade, integração, reciprocidade e responsabilidade em sua organização, age consequentemente com transparência na obtenção de resultados positivos, que gerem ainda mais a difusão da marca da empresa.Realizar integrações inteligentes entre os departamentos é algo muito importante, visto que a curiosidade sobre a atividade que o outro exerce pode despertar interesse em aprender algo novo, transcendendo daquelas atividades que até então parecem ser apenas habituais, para aquelas que despertam o desejo de "conhecer" ou "explorar".
Despertar a curiosidade em seu colaborador é transformar a hora de ajudar e aprender em algo extremamente atrativo.

Descubra talentos nos treinamentos, convidando estes funcionários a falarem de seus hobbies prediletos, estimulando, dessa forma, a comunicação sem limites e com certeza sua área de treinamento irá presenciar o surgimento de estrelas em seu quadro de colaboradores, seja com talentos para música, arte, desenho, entre outros; revelando através destas descobertas, qualidades que poderão ser utilizadas em eventos diferenciados no contexto organizacional. Descobrir e aproveitar talentos significa conquistar "satisfações" potenciais e mais do que isso: é estimular o poder de iniciativa em toda a organização.

Substitua a pressão por resultados, por um gráfico que demonstre os desafios vencidos. Comece demonstrando conquistas, para que possa fazer com que seus colaboradores busquem por si mesmos resultados melhores.Ao agregar todos estes diferenciais, com certeza, seu espelho no mercado será de uma empresa de visibilidade, visto que de oportunidades oferecidas, foram criadas portas de aprendizado contínuo; de processos de integração, foram descobertas diferentes habilidades; e das simples rotinas de trabalho, foram propostas ações de desenvolvimento contínuo que refletem em um dos maiores negócios da empresa: o investimento no capital humano.


José Roberto Marques Psicoterapeuta e Coach, - Diretor Instituto Equilibrium é do Instituto Brasileiro de Coaching

quarta-feira, 28 de abril de 2010

FireWalking


O FireWalking – Caminhando Sobre Brasas é um treinamento onde vivenciaremos entre outras, uma antiga tradição praticada há milhares de anos no mundo inteiro em muitas culturas e tradições: a Caminhada sobre Brasas, poderoso ritual para a mudança e a expansão da consciência. Experimentaremos também técnicas de meditação, visualização, exercícios e vivências. Caminhar sobre brasas é praticado no mundo inteiro há milhares de anos como instrumento de cura espiritual, emocional e física, uma inesquecível demonstração do potencial humano, uma lição de como transformar o medo em energia propulsora e criativa.

O fogo é o elemento de mudança, transformação e amor, nos conectando com a sua energia encontraremos a nossa chama e força interior para mudar e transformar aquilo que desejamos. O fogo em sua virtude, é criador, é calor, é vida, é alimento e fundamentalmente transformação. O entusiasmo, plenitude e realização que se sente no momento em que se caminha sobre brasas é indescritível, esplendoroso, único e magnífico. Nós passamos metaforicamente através de todos nossos medos e limitiações. Caminhar sobre brasas é a nível pessoal, liberação de uma incrível quantidade de energia criadora que consolida a autoestima e a autoconfiança, neurologicamente desbloqueamos e possibilitamos milhões de novas conexões neurais. A nível espiritual é um sentimento puro de conexão com algo maior.

Na cultura haitiana as pessoas acreditam que se um feiticero lhe apontar um osso, elas morrem. Mas, o que na verdade mata as pessoas, é a sua crença e não o feiticero. As crenças dão sentido a nossa existência, crenças positivas são possibilitadoras, crenças negativas são limitadoras. É muito importante trabalharmos, identificarmos e ressignificarmos nossas crenças. Durante o treinamento possibilitaremos a identificação e ressignificação das crenças limitadoras. Quantas vezes você já disse a você mesmo: “eu não posso, eu não consigo, isso é impossível, eu não sou capaz”. Através da vivência do FireWalking vamos apagar neurologicamente todos registros e sentimentos negativos da sua mente consciente e insconciente.

A Caminhada sobre Brasas permite atingir um estado de excelência e plenitude, vivenciando uma experiência de profunda confiança em si mesmo. Dizendo sim para os próprios medos, traumas, dúvidas, usando-os como aliados, permitiremos que eles se dissolvam deixando espaço para a nossa energia criadora ferver em excitação e se expandir em direção a nossa realização, objetivos e felicidade.

A dinâmica de caminhar sobre brasas é uma metáfora real que permite identificar e motivar as capacidades incríveis que o ser humano pode acessar a qualquer momento para superar desafios e alcançar os resultados que deseja e merece em sua vida pessoal e profissional.

Conheça o site do Treinamento: www.caminhandosobrebrasas.com.br

Leve esse treinamento para sua empresa – Saiba mais >>

terça-feira, 27 de abril de 2010

É verdade que usamos 10% da capacidade do cérebro?

Getty Images Você tem idéia de quanto de sua capacidade cerebral é usada para  ler esse texto?
Você tem idéia de quanto de sua capacidade cerebral é usada para ler esse texto?

Você tem idéia de quanto de sua capacidade cerebral é usada para ler esse texto, fazer uma prova no vestibular ou cumprir suas tarefas no trabalho? Metade? Vinte e cinco por cento? Ou no máximo 10%, como afirma uma antiga lenda sobre as limitações humanas?

Na verdade, não há como saber precisamente o quanto do potencial de inteligência é utilizado pelas pessoas, de acordo com o professor-doutor Sandro Blasi Espósito, da disciplina de Neurologia da Faculdade de Medicina da PUC-SP. Até mesmo porque a ciência ainda não é capaz de determinar precisamente o que representa 100% de inteligência.

"Ninguém sabe exatamente a origem dos 10% de inteligência e que periodicamente volta ao noticiário. Não existe nada de científico comprovando esta afirmação", diz Espósito. O especialista acredita que a idéia de que os humanos não conseguem usar mais de um décimo de sua potencialidade se deve ao fato de que parte significativa da atividade mental ocorre em nível inconsciente.

Mas considerando essa parcela do cérebro que trabalha sem que estejamos percebendo, Espósito lembra que já há pesquisa que sugerem que, em cada momento, dependendo das circunstâncias emocionais e anímicas de uma pessoa, a mente trabalha perto do que seria máximo da sua capacidade.

terça-feira, 13 de abril de 2010

Conheça o Instituto Equilibrium...

Desenvolvendo Pessoas e Empresas.

Agenda


Formação Internacional em PSC
Professional & Self Coaching

Florianópolis/SC

Módulos I e II: 15 a 18 de abril
Módulos III e IV: 20 a 23 de maio

São Paulo/SP

Módulos I e II: 29 de abril a 02 de maio
Módulos III e IV: 03 a 06 de junho

Goiânia/GO

Módulos I e II: 06 a 09 de maio
Módulos III e IV: 10 a 13 de junho

Belo Horizonte/MG

Módulos I e II: 27 a 30 de maio
Módulos III e IV: 01 a 04 de julho

Maringá/PR

Módulos I e II: 17 a 20 de junho
Módulos III e IV: 05 a 08 de agosto

Rio de Janeiro

Módulos I e II: 24 a 27 de junho
Módulos III e IV: 22 a 25 de julho

Curitiba/PR

Módulos I e II: 29 de julho a 01 de agosto
Módulos III e IV: 02 a 05 de setembro

Certificação internacional pelo ECA - European Coaching Association.

130 HORAS. A maior carga horária em cursos de formação e certificação internacional no Brasil.

Formação em Executive and Business Coaching

São Paulo/SP

Módulo I – 19 a 22 de agosto
Módulo II – 23 a 26 de setembro

Certificação internacional pelo ECA - European Coaching Association e/ou ICI – International Association of Coaching Institutes

130 HORAS. A maior carga horária em uma formação de Executive and Business Coaching no Brasil.

Pessoas que gesticulam têm mais vocabulário

Uma pesquisa feita em Chicago comprovou que filhos de italianos têm, afinal, um vocabulário maior que outras crianças. Brincadeira. A notícia verdadeira é que pais que gesticulam mais têm filhos com um vocabulário mais extenso que outras crianças. Segundo o estudo, esses pais incentivam mais a comunicação de seus herdeiros, o que pode levá-los a uma facilidade maior de interagir com outros e de descobrir palavras novas.

Experiência própria: acho que a bagunça de casa me ajudou a ser mais comunicativa. Ser ouvida por aqueles lados era quase uma estratégia de guerrilha (e ainda é). E você, acha que gestos podem ter influenciado seu aprendizado?